Dicas de Fotografia

         Não sei se vocês sabem, mas a nova colaboradora do blog, a Thamires, é fotógrafa profissional e as fotos dela são incríveis, um ensaio mais encantador que outro! E como amo fotos e sou viciada em fotografias e principalmente instagram, aproveitei o fato e pedi pra ela que me explicasse e contasse as dicas que ela usa e aprendeu para poder ser essa ótima fotógrafa que ela é.

Então, pra começar ela decidiu explicar o que significam algumas palavras que escutamos muito quando se trata de fotografia: DSLR, obturador, velocidade do obturador (tempo de exposição), ISO, abertura e profundidade de campo.

1) DSLR (Digital Single-Lens Reflex): nada mais é do que “uma câmera digital que usa um sistema mecânico de espelhos e um pentaprisma para direcionar a luz da lente para um visor óptico na parte traseira da câmera” (sim, a frase foi retirada da wikipédia). Traduzindo: é uma câmera digital que usa apenas uma lente objetiva, diferente da TLR (twins-lens reflex) que usa duas lentes objetivas. E há diferenças significativas essas três câmeras: uma TLR, uma SLR (single-lens reflex) e uma DSLR.

2) Obturador: é um dispositivo que controla o tempo que o sensor da câmera digital (ou filme da câmera analógica) vai ficar exposto à luz. Sabe aquele botãozinho que clicamos para tirar uma foto? Então, é o botão do obturador. Sabe aquele barulhinho que escutamos quando clicamos nele? É o barulho do obturador fazendo o movimento de “abrir e fechar”.

3) Velocidade do obturador: o termo mais correto é “tempo de exposição“. Nós determinamos por quanto tempo tempo que o sensor da câmera digital (ou filme da analógica) ficará exposto à luz ajustando a sua “velocidade”. O raciocínio é bem lógico: quanto mais “rápido” (por exemplo 1/1000), menos tempo de exposição e quanto mais “devagar” (por exemplo 1/15 ou 0″3), mais tempo. Isso deve ser determinado com base no ISO e na abertura. Resumindo: quanto maior o tempo de exposição (menor velocidade), é mais fácil da foto sair tremida.

4) Sensibilidade/Velocidade ISO: está relacionado com a medida de sensibilidade da foto. Eu costumava pensar que quanto maior o ISO, melhor a foto, mas com o tempo descobri que não é bem assim. Quando colocamos o ISO muito alto (por exemplo 1600) isso pode aumentar o ruído e a granulação da foto. Como sabemos qual deve ser o ISO ideal para tirar foto em um lugar? Isso depende de alguns fatores como: abertura, tempo de exposição do obturador (velocidade) e iluminação do local. (Pelo que eu, Isadora, entendi, o ISO seria nada mais que um foco, como vocês vão perceber nas imagens explicativas abaixo. Por exemplo, a primeira foto é a mais focada de todas, ou seja, o ISO é o mais fraco.)

Imagem

5) Abertura: serve para controlar a quantidade de luz que chegará ao sensor da câmera digital (ou filme da câmera analógica). O dispositivo que controla essa abertura é o diafragma e ele funciona de forma semelhante à pupila dos nossos olhos. Quando estamos em um lugar com pouca iluminação, nossas pupilas ficam “maiores” (mais abertas) para permitir que entre mais luz; quando estamos em um lugar com muita iluminação, nossas pupilas “diminuem” (ficam mais fechadas) para não permitir que entre muita luz. Além da quantidade de luz do ambiente, é necessário calcular a abertura do diafragma levando em consideração o ISO e o tempo de exposição (velocidade). A abertura está relacionada com a profundidade de campo: quanto menor a abertura, maior a profundidade.

6) Difusor: Como “criar” luzes duras e difusas? O que influencia a forma que essas luzes e sombras se definem? Como podemos controlar isso? A resposta é simples: O que define se uma luz irá ser dura ou difusa é o tamanho aparente da fonte de Luz. Calma, é uma definição longa, mas é super simples de entender: quanto maior for a fonte de luz, mais difusa será sua sombra. Quanto menor ela for, mais dura ficará a sombra. Mas aí você me pergunta: mas todas as luzes dos fotógrafos têm praticamente o mesmo tamanho! O sol também está sempre no mesmo lugar… como conseguimos tanta variação? O segredo está na palavra aparente! Conseguimos tantas opções porque podemos colocar a luz mais próxima ou mais afastada do assunto (quanto mais longe menor a luz vai parecer ser), porque em comparação ao tamanho do objeto a ser fotografado a mesma luz pode parecer maior ou menor (em relação a um objeto bem pequeno um strobe próximo parecerá enorme!), porque podemos colocar um difusor de dois metros na frente da luz (fazendo com que ela se espalhe e um pequeno strobe pareça ser daquele tamanhão – quanto maior o difusor maior vai parecer a luz!). É por causa do aparente que a luz do sol, mesmo ele sendo enorme na realidade, é considerada uma luz bem pequena, justamente por estar tão longe (dá para notar como daqui ele parece só uma lâmpada bem forte no céu, de tão pequeno, né?) Para resumir vou colocar um desenho que está tosquinho mas prometo que fiz com muito amor e explica bem o que isso tudo quer dizer:

Imagem

Para quem não entendeu, o difusor é esse negócio redondo que a Thami esta segurando, rsrs!

Imagem

        Pronto! Confesso que achei as palavras e os termos bem complicados, difíceis de entender e confundem tudo, mas é uma ótima base pra quem quer seguir carreira e até pra quem só tem curiosidade de saber mesmo, como eu! Para iniciantes, basta um foco e um clique na câmera que tá tudo certo, mas vocês viram como tem várias coisas por trás de tudo? Pois é, incrível né?!

Espero que tenham gostado! Até a próxima ❤

PS: para quem é curioso e gosta de belas fotos, vale super a pena ver o site e as outras redes sociais da Thami, não deixem de fuxicar.

Site: http://www.thamiresferreira.com.br/

FanPage: Fotografia Thamires Ferreira

Instagram: thamiresferreiraa

Anúncios

O que achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s